DESTAQUES

Dentista ensina os 11 passos da escovação ideal

Redação Vya Estelar 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Escove os dentes no mínimo três vezes ao dia

Da Redação

1º) Comece sua higiene bucal fazendo bochechos com água e, em seguida, limpe os espaços entre os dentes com o fio dental;

2º) Segure a escova de modo que ela fique em um ângulo de 45 graus em relação aos dentes. Escove bem a região de junção entre a gengiva e os dentes, onde se concentram muitos resíduos;

3º) Faça movimentos circulares, percorrendo todo o dente até encostar suavemente na gengiva;

4º) Escove um dente de cada vez – isso mesmo!

5º) Comece limpando a parte de fora dos dentes superiores, depois a dos inferiores;

6º) Escove as superfícies internas (a parte que fica voltada para a língua) de todos os dentes;

7º) Limpe a superfície de mastigação dos dentes de trás com movimentos de vai-e-vem. Comece pelos dentes superiores e depois passe aos inferiores;

8º) Para terminar, a higiene da língua deve ser feita com limpadores próprios, que são mais eficientes do que as escovas para essa finalidade;

9º) Use creme dental com flúor, para recompor o esmalte do dente corroído;

10º) Escove os dentes no mínimo três vezes ao dia: após as refeições e antes de deitar;

11º) Evite ingerir produtos açucarados. Logo depois de comer um doce ou ingerir uma bebida açucarada, faça bochechos duas ou três vezes seguidas.

Por que não foi citado o anti-séptico bucal?

Muito se propaga que o jeito certo de proceder à higiene bucal é escovar os dentes, usar fio dental e finalizar com enxagüantes bucais. Mas é preciso estar alerta, porque o uso constante de produtos para bochecos pode amarelar os dentes e comprometer o paladar. Pior ainda, essas substâncias anti-sépticas, oferecidas em uma multiplicidade de marcas, cores e sabores nas prateleiras de drogarias e supermercados, vem sendo usadas no lugar dos procedimentos regulares.

“Há trabalhos que comprovam a ação de colutórios (substâncias para enxaguar a boca) à base de clorexidina. Eles têm efeitos benéficos na proteção da gengiva. Mas, de forma alguma devem ser encarados como substitutos da escovação ou do fio dental, tampouco serem usados desmesuradamente."

Fonte: Dr. Marcelo Rezende, cirurgião dentista




Redação Vya Estelar



ENQUETE

Você toparia ter um relacionamento de “amizade com benefícios”? Tratam-se de amigos que se tornam parceiros sexuais sem deixar isso interferir na amizade; o termo vem da expressão 'friends with benefits'.





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.