DESTAQUES

Tire suas dúvidas sobre meditação

Emilce Shrividya Starling 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Autoquestionamento é uma técnica de meditação

por Emilce Shrividya Starling

Mesmo que você siga orientações para meditar, ainda assim, ela é seu próprio experimento, realizado dentro de sua mente e corpo. Você aprende a meditar, meditando.

É importante seguir algumas regras básicas para estabelecer uma disciplina para meditar com regularidade, de maneira confortável e encontrar o foco interior.

Se praticar com constância, descobrirá muitos benefícios da meditação. Você vai vivenciar momentos de tranquilidade. Encontrará apoio interior nos momentos desafiantes e de turbulência . Durante a meditação, poderá ter intuições ou ideias criativas para solucionar problemas.

Perceberá que mesmo quando achar que sua meditação não foi boa, ainda assim, sentirá mais calmo e energizado no seu dia. Descobrirá como a prática lhe fortalece e tranquiliza, evitando discussões e conflitos, pois você fica mais equilibrado.

Quando começamos essa prática com regularidade, vamos tendo mais autoconhecimento e, podemos perceber como estamos presos às prisões interiores do medo, da raiva, da ansiedade. Precisamos ter coragem de seguir adiante para nos libertar delas.

A meditação deve ser um ato de amor para você mesmo e para a busca do Ser interior, fonte de toda sabedoria, paz e apoio. A disciplina em praticar diariamente não deve ser como uma obrigação e nem algo entediante, porque senão você desanima e acha a prática sem interesse.

Devemos seguir algumas regras básicas para meditar, mas mesmo assim deve haver criatividade e discernimento. Para que a prática não fique estagnada, é importante dar permissão para se sentar para meditar, sem lutar com a mente, sem expectativas.

Para se livrar das prisões dos pensamentos e dos hábitos negativos da mente, é importante equilibrar a firmeza e a gentileza. Praticar com responsabilidade e compromisso, com leveza de espírito e o doce autoesforço.

A meditação é a terapia mais eficaz para nos libertar e nos purificar dos padrões mentais antigos, dos traumas da infância, da depressão e do pânico. Portanto, para essa terapia profunda é necessário determinação e disciplina, com motivação, com a vontade hábil e forte da alma.

Para ter sucesso na meditação, siga algumas instruções básicas:

1. Postura correta.
2. Consciência da respiração,
3. Manter o foco e a concentração no mantra.
4. Observar os pensamentos que surgem e fluem, mas sem lutar para pará-los.
5. Sentir liberdade na prática, sem rigidez .
6. Praticar o autoquestionamento.
7. Praticar diariamente.

Postura confortável

Você precisa se sentir muito confortável para meditar pelo menos por 20 minutos.

Se já pratica hatha yoga ou tem facilidade de se sentar de pernas cruzadas no chão, pode sentar-se no chão, sobre uma almofada apropriada, com as pernas cruzadas. Sente-se sobre os ísquios, que são os ossos dos quadris. Deixe o quadril mais alto que os joelhos para evitar que a coluna se curve.

Se sentir dor nas costas, sente-se contra uma parede, com a coluna bem alinhada. Se os joelhos, estiverem longe do chão, você pode usar acessórios, como mantas dobradas ou almofadas embaixo dos joelhos para se acomodar bem.

Mas,se sentir dor ou desconforto na postura de pernas cruzadas, é preferível se sentar em uma cadeira, com os pés paralelos e apoiados no chão.
Observe o alinhamento da coluna, sentando sobre os ísquios, sem deixar o corpo desabar ou se curvar.

O objetivo é acomodar bem o corpo para dar atenção ao interior, para se sentir relaxado e com prazer para meditar.

Respiração natural

Muitas pessoas acham que prestar atenção na respiração é controlar a respiração. Isso, porém, vai apenas agitar a respiração e inquietar a mente.

Para conseguir a tranquilidade, apenas observe a respiração. Observe o encher e esvaziar dos pulmões, sem interferir nesse fluxo natural.

Sinta onde nasce a inspiração e onde nasce a expiração.

Perceba como ao inspirar, a caixa torácica se abre e ao expirar o abdômen vai para dentro.

Clique aqui para ler sobre a respiração

Prática diária

É fundamental escolher um modo de meditar e segui-lo diariamente, porque isso consolidará uma rotina em nossa consciência. A prática se transformará em um caminho para as camadas mais profundas do subconsciente.

Como o ser humano é feito de hábitos, é importante criar o hábito diário de meditar, assim como você toma banho e escova seus dentes.

Você vai perceber a necessidade de voltar-se para dentro e buscar a serenidade da mente. Descobrirá como essa prática lhe ajudará a enfrentar, com equilíbrio e coragem, os obstáculos e desafios.

Técnicas de meditação

Existem muitas técnicas de meditação como: a repetição de um mantra, visualização, consciência interior, consciência da respiração, concentração, autoquestionamento (como por exemplo: “quem sou eu?).

Você pode praticar algumas delas e escolher a que mais lhe acalma.

Clique aqui e leia meu artigo: Conheça os principais tipos de meditação e veja qual mais se adapta a você.

É importante sentir prazer para atravessar as primeiras camadas superficiais da mente. Se a prática não trouxer prazer, você não se mantém fiel a ela e fica mudando ou buscando novas técnicas.

Por exemplo, se você não é uma pessoa visual, não vai curtir a meditação com visualizações. Se você for mais racional, vai preferir meditar, concentrando-se na contagem da respiração. Clique aqui no meu artigo Aprenda como contar até 21 para acalmar a mente

Se você é devocional, como eu sou, você vai gostar muito de repetir um mantra. A prática de meditação com mantras nos dá um ponto de foco para a mente, substituindo os diálogos mentais que travamos. O mantra traz serenidade e nos permite focar no interior com mais facilidade. E, assim, a turbulência da mente vai diminuindo.

Entenda que vão surgir vários pensamentos e você perde o foco no mantra várias vezes. É assim mesmo. Quando perceber que você distraiu, traga sua atenção ao mantra novamente, sem luta. Deixe que a mente se incorpore ao mantra.

A prática precisa ser capaz de aquietar a mente e focar-se no interior. Desse modo, você vai deslizando para o interior, para a consciência mais profunda, além dos pensamentos e emoções.

Não espere praticar a meditação somente quando aprender a meditar. Você aprende a meditação, meditando. Escolha então, uma prática diária que mais se adapte a você e crie esse hábito diário de meditar, de relaxar , de buscar o apaziguamento.

Com decisão firme, medite para ser mais feliz e saudável, conquistando o autodomínio e realizando seus ideais. Namaste! Deus em mim saúda Deus em você! Fique em paz!




Emilce Shrividya Starling

É formada em Yoga pela Federação de Yoga do Brasil e Centro de Estudos de Yoga Narayana/S.P, com aperfeiçoamento em Hatha Yoga e Meditação nos Estados Unidos. É professora de Hatha Yoga em Santos (SP), desde 1989. Atualmente ensina Filosofia do Yoga e Meditação.



ENQUETE

Você toparia ter um relacionamento de “amizade com benefícios”? Tratam-se de amigos que se tornam parceiros sexuais sem deixar isso interferir na amizade; o termo vem da expressão 'friends with benefits'.





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.