DESTAQUES

Reeducação alimentar para auxiliar na prevenção de doenças cardíacas

Redação Vya Estelar 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Dieta: primeira medida terapêutica para problemas cardiovasculares

Da Redação

As doenças cardiovasculares são as principais causas de morbidade e mortalidade no Brasil e no mundo ocidental, apresentando-se sob a forma de infarto agudo do miocárdio, insuficiência cardíaca, miocardiopatia isquêmica ou morte súbita.

A redução dos níveis de colesterol sangüíneo e triglicérides já foram consagradas como intervenções eficazes para a redução de taxas de morbidade e mortalidade pela doença arterial coronariana (DAC).

Alguns estudos clínicos realizados em grande escala, demonstraram grande relação entre a redução dos níveis de colesterol total, LDL-colesterol e a DAC.

A dieta é a primeira medida terapêutica aprovada para indivíduos com risco aumentado para doença coronariana e atua diretamente no tratamento e prevenção de fatores de risco modificáveis para a doença arterial coronariana. O controle do paciente com excesso de colesterol depende do grau de adesão à dieta, da mudança do estilo de vida e da prática de atividade física.

Recomendações para uma alimentação saudável

 1) Faça pelo menos três refeições (café da manhã, almoço e jantar) e dois lanches saudáveis por dia. Não pule as refeições.

 2) Realize as refeições em ambientes calmos, sem pressa e mastigando muito bem os alimentos.

 3) Consuma frutas, legumes e verduras diariamente, pois são alimentos ricos em vitaminas, minerais e fibras.

 4) Prefira preparações cozidas, assadas, ensopadas ou grelhadas, e evite frituras e alimentos gordurosos, principalmente empanados, milanesas e produtos folhados.

5) Coma arroz e feijão, pelo menos, cinco dias durante a semana. Esse prato tipicamente brasileiro é uma combinação completa de proteínas e faz bem à saúde.

6) Consuma sal e açúcar com moderação.

7) Beba 2 litros (6 a 8 copos) de água ou outros líquidos por dia, preferencialmente no intervalo das refeições.

8) Modere a ingestão de bebidas alcoólicas.

9) Evite refrigerantes e produtos industrializados. Consuma alimentos frescos, pois são mais saudáveis.

10) Consuma alimentos ricos em fibras, como: frutas, verduras e legumes crus e cereais integrais.

11) Prepare legumes, frutas e verduras na hora em que for consumi-los, para evitar a perda de minerais e vitaminas.

12) Procure variar os alimentos consumidos para ter uma alimentação saudável. Sua alimentação deve ser bem colorida.

13) Mantenha um peso saudável, para reduzir as chances de desenvolver doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão, entre outras.

Recomendações para quem tem colesterol e triglicérides acima do normal

- Faça uma dieta com baixos teores de gordura saturada e colesterol, que são encontradas principalmente em carnes gordas, miúdos, pele de frango, laticínios integrais, banha de porco, manteiga e outros produtos de origem animal.

- Modere a quantidade de sal e evite temperos prontos. Procure utilizar temperos naturais como: cebola, alho, salsinha, cebolinha, coentro, sálvia, manjericão, alecrim, gengibre, orégano etc.

- Fique atento às informações constantes nos rótulos dos alimentos e evite aqueles que contenham gordura trans (gordura vegetal hidrogenada) e saturada.

Alimentos ricos em colesterol, gordura saturada e trans

Substituição

• Queijos amarelos (mussarela, parmesão, prato)

• Queijo branco magro (queijo frescal, ricota e cottage)

• Requeijão ou cream cheese

• Requeijão ou cream cheese light

• Leite integral

• Leite semi-desnatado ou desnatado

• Iogurtes

• Iogurte desnatado ou light

• Manteiga ou nata

• Margarinas cremosas

• Creme de leite

• Creme de leite light

• Maionese

• Maionese light ou maionese de soja

• Gema de ovo

• Clara de ovo

• Carnes gordas (picanha, cupim, contra filé, costela)

• Carne magras (patinho, lagarto, músculo, coxão mole e duro)

• Embutidos (lingüiça, salsicha, mortadela, salame)

• Peito de peru e chester

• Aves com pele

• Peru, frango ou chester sem pele

• Miúdos (coração, miolo, fígado, rim, pé, moela)

• Carnes magras, aves ou peixes

• Frutos do mar (marisco, camarão, lula, polvo)

• Peixes (sardinha fresca, pescada, merluza, salmão, atum, linguado)

• Bacon e torresmo

• Carnes magras, aves ou peixes

• Frituras e preparações à milanesa e à dorê

• Cozidos, assados, ensopados ou grelhados

• Pães recheados, pão doce, folhados, croissant

- Pães integrais light, de aveia, francês ou sírio

• Biscoitos amanteigados, recheados e waffle

• Biscoitos integrais, água e sal ou cream cracker

• Pipoca de microondas

• Pipoca natural

- Banha de porco, azeite de dendê e gordura vegetal hidrogenada

- Óleos vegetais (soja, milho, girassol, canola). Para salada: azeite de oliva

- Sorvetes, bolos industrializados e doces confeitados com cremes e chantilly

- Frutas in natura, doces de frutas (tipo caseiro), frutas em calda e picolé de frutas

ATENÇÃO!

Essas orientações são gerais e são, teoricamente, válidas a todas as pessoas, mas cada caso é um caso. Esse texto não susbtiui uma consulta médica. Por isso, consulte um médico cardiologista e um nutricionista.

Fonte: Dra. Liliana Paula Bricarello (CRN-3: 8941) é nutricionista, docente de cursos de graduação e pós-graduação do Centro Universitário São Camilo, diretora científica do Departamento de Nutrição da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp)




Redação Vya Estelar



ENQUETE

O Jornal da Cultura veiculou matéria apontando que o brasileiro não está animado com a Copa do Mundo. E você, está empolgado?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.