DESTAQUES

Tenho um mínimo de privacidade no ambiente de trabalho?

Antonio Carlos Amador 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Devemos aprender a relaxar enquanto trabalhamos

por Antônio Carlos Amador

 

O trabalho ajuda as pessoas a buscar um sentido para suas vidas. Para algumas trabalhar significa apenas um meio de ganhar dinheiro, que lhes possibilita viver da forma que almejam. Para outras representa a obrigação de cuidar do sustento próprio e da família, de arcar com as necessidades básicas de alimentação, abrigo e segurança, quase sempre suplantando qualquer desejo de prazer, diversão e lazer. Existem ainda pessoas para as quais trabalhar é também uma forma de buscar o reconhecimento dos demais através do envolvimento com um tipo de atividade.

O tempo que dedicamos ao trabalho pode ocupar uma boa parte de nossa existência e constitui uma fonte de satisfações e problemas que influencia nosso modo de ser. É paradoxal atualmente que muitas pessoas sofram com o desemprego, enquanto outras padecem do estresse causado pelo excesso de trabalho. A ameaça do desemprego, a dificuldade em se encontrar emprego é uma espada pendente sobre as cabeças de muitas pessoas, representando uma experiência devastadora, que afeta o espírito, a mente e o corpo.

O trabalho dá um sentido a nossas vidas porque possibilita direcionar o desenvolvimento de nossa personalidade. Por meio do trabalho sentimos que podemos ser úteis aos demais, nossa autoestima aumenta ao constatarmos que nossos esforços são valorizados além do ponto de vista econômico. A adaptação social é facilitada, uma vez que encontramos um meio para expressar nossas habilidades criativas, nossa capacidade de esforço, constância e de renúncia. O trabalho também focaliza o âmbito de nossos interesses e enriquece nossa capacidade de estabelecer relacionamentos interpessoais. Trabalhar bem, fazer as coisas bem pode conduzir a uma certa satisfação, principalmente quando surgem estímulos que convidam à superação pessoal em trabalhos criativos e pouco rotineiros.

Escolher o ambiente de trabalho também é importante: fatores como ruídos constantes, luz artificial e a ausência de boa ventilação podem aumentar nosso nível de estresse.

Nível de individualidade no ambiente de trabalho

Além disso, podemos fazer as seguintes perguntas:

- Nossa opinião é ouvida e considerada?

- Conseguimos modificar o lugar de trabalho?

- É possível trazermos plantas e flores para personalizar nosso próprio espaço?

É muito importante termos algum nível de controle, mesmo que seja sobre um aspecto mínimo, de nosso ambiente de trabalho. Mesmo que trabalhemos num lugar totalmente automatizado, ainda assim será possível introduzir um certo nível de individualidade. É a capacidade de se lembrar de nossas próprias características individuais e de partilharmos o local com outras pessoas que tornará nosso local de trabalho menos estressante.

Recolhimento

Outro aspecto do ambiente de trabalho que é considerado tão importante quanto o anterior, se não o for ainda mais, são as outras pessoas com quem trabalhamos. É importante conseguirmos encontrar algum tempo para ficar sozinhos. Qualquer que seja o local de trabalho, devemos dedicar algum tempo somente para nós, mesmo num trabalho bastante exigente. Devemos aprender a relaxar enquanto trabalhamos, não apenas ao chegarmos em casa.

Saiba dizer não

Finalmente, não menos importante no trabalho é a capacidade de colocar limites, dizer "não" de verdade. Isso se aplica a todos os aspectos da vida, mas é muito importante no local de trabalho, em especial em algumas atividades de contato com o público. Embora nem sempre seja possível controlar nosso horário de trabalho, podemos planejar a semana de forma que nossas próprias necessidades e desejos sejam levados em conta, cancelando ou adiando o trabalho de rotina que não é urgente, aprendendo a dizer "não" aos pedidos de ajuda que podem ser atendidos por outra pessoa. Isso não significa indelicadeza ou falta de sensibilidade, mas sim que aprendemos a colocar limites nos outros e, acima de tudo, em nós mesmos.

 

 

 




Antonio Carlos Amador

É psicólogo e psicoterapeuta de adolescentes e adultos. Professor no Departamento de Psicologia do Desenvolvimento da PUC-SP desde 1974, onde ministra disciplinas relacionadas ao desenvolvimento de adolescentes, ao desenvolvimento interpessoal, à psicologia comunitária e da saúde. Atua em consultório particular como psicoterapeuta e hipnoterapeuta, atendendo a adolescentes e adultos.



ENQUETE

Você se sente infeliz no trabalho?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.