DESTAQUES

Sentir-se como vítima pode atrasar seu sucesso

Roberto Shinyashiki 01/01/2016 COMPORTAMENTO

por Roberto Shinyashiki

"Mudar dói, mas é preciso romper padrões"

Você já parou para refletir se produz resultados, ou se trabalha mais que os outros? Este é um grande desafio.

E o seu desafio é saber trabalhar no que produz mais resultados. O segredo da boa remuneração não é trabalhar mais que os outros. É ter uma competência especial: trabalhar no que dá retorno para a empresa, no que gera resultados para a sua equipe e o seu departamento.

Então, se você é o que mais trabalha na sua equipe, está na hora de pensar se não é preciso mudar um pouco a sua cabeça. Quem sabe assim você começa a crescer um pouco mais e também para de se sentir injustiçado.

Nada melhor do que um chacoalhão para largar mão do sentimento de injustiça e começar a trilhar o caminho da transformação. Mas não espere esse chacoalhão chegar com força que você não possa administrar.

Tome a frente do seu destino.

Lembre-se, na sua empresa, você não precisa ser visto como um colaborador caro. E nem barato. Você tem tudo para se transformar em um colaborador precioso. Basta ter um desempenho tão especial que seu chefe tenha medo de que você peça demissão.

Se você não está ganhando quanto gostaria, é por que não está resolvendo os problemas da empresa. Isso significa que o melhor de você não está em sintonia com os objetivos principais do negócio.

Sei que mudar dói, pois todos os nossos comportamentos estão a serviço das nossas certezas absolutas. Quanto mais os repetimos, mais as reforçamos. Mas é preciso romper com esse padrão.

Talvez você esteja pensando que é difícil. Mas não é não. Basta ter vontade e suporte, porém o mais importante é você perceber quanto seu papel de vítima pode estar atrasando seu sucesso. A síndrome do injustiçado é mais comum do que se imagina.

Lembre sempre que sua mente define seu sucesso.

 




Roberto Shinyashiki

É médico psiquiatra, com especialização em Administração de Empresas (MBA USP), é consultor organizacional, palestrante e autor de 12 títulos, entre eles o lançamento “Tudo ou Nada”, “Heróis de Verdade”, “Amar pode dar certo”, “O sucesso é ser feliz” e “A carícia essencial”. Mais informações: www.shinyashiki.com.br



ENQUETE

Você toparia ter um relacionamento de “amizade com benefícios”? Tratam-se de amigos que se tornam parceiros sexuais sem deixar isso interferir na amizade; o termo vem da expressão 'friends with benefits'.





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.