DESTAQUES

Dificuldade em se concentrar? Saiba o que fazer

Redação Vya Estelar 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR

por Nicole Witek

Quem consegue manter a atenção “atenta” pode dar o melhor de si mesmo. Quer seja nos esportes, no desempenho profissional ou pessoal e nas amizades.

Acho irritante marcar um encontro com amigo, começar a conversa e já toca o celular, e continua tocando, várias vezes durante a conversa... Perco o foco, perco as chances de trocar, de passar um momento exclusivo com o amigo escolhido e, finalmente, volto para casa desapontada de não ter conseguido um verdadeiro momento de amizade.

Existem muitos momentos que fazem a gente perder o foco durante o dia e que prejudicam, como o seu colega de trabalho que “invade” a sua sala com um assunto urgente a ser tratado, ou o apito da caixa postal do celular quando chegam e-mails e recados. Essas interrupções nos deixam uma sensação dolorosa de não conseguir focar nas prioridades.

Segundo um estudo do Instituto Francês sobre a ansiedade e o estresse, um executivo é interrompido na suas atividades a cada 7 minutos em média.

Quando necessitamos de 100% de atenção, não podemos desviar o foco. É necessário que ele seja persistente, para que a concentração tenha os efeitos desejados.

Para lidar bem com tarefas de análise, de redação ou para se preparar para um encontro decisivo, é necessário saber como abstrair-se do mundo externo, como afastar os pensamentos parasitas e negativos que interferem no êxito de um momento delicado e nos afastam de nossas metas.

Da mesma forma, um atleta que antes de uma corrida visualiza a linha de chegada, imagina os gritos do público, o entusiasmo da multidão, precisa usar também as mesmas técnicas.

Não é fácil preparar a mente!

Mas, felizmente é possível, com um pouco de disciplina e de treino, se isolar mentalmente. Gerenciamento do tempo, das prioridades, técnicas de respiração e relaxamento: tudo isso faz parte do cardápio cotidiano de quem quer mobilizar plenamente sua mente para enfrentar os desafios.

Procedimentos para melhorar sua concentração

1º- Marque compromissos com você mesmo

Porque o tempo todo nós atendemos às prioridades do meio externo, quer seja a família, os colegas, as obrigações, e isso acaba tirando o foco das metas pessoais.

Se você tiver que cumprir algo para você mesmo: marque na sua agenda e reserve esse tempo para você mesmo, para seu projeto.

Esse compromisso pessoal de tempo para si, na tranqüilidade do espaço escolhido, favorece a reunião de todas as potencialidades: tanto intelectuais, como mentais. A mente concentrada dará acesso a todas as memórias e juntará os recursos para lidar com uma situação mais delicada.

Defina três metas para o dia seguinte

À noite, antes de dormir. Assim enquanto a mente de relação, de adaptação com o mundo externo está “adormecida”, outras partes da sua mente se disponibilizam para reunir as informações necessárias.

No dia seguinte, quando estiver no processo de cumprir essas metas definidas à noite, resista à tentação dos desvios que vão se apresentar. Postergue tudo que puder interferir no processo de cumprimento e finalização das metas.

Com um pouco de distância, você perceberá que essas “emergências”, no final das contas, não eram tão urgentes assim.

- Pense em deixar sempre um espaço entre seus compromissos

E suas reuniões, para gerenciar os imprevistos e não ficar submerso nas obrigações, pressionado pelo tempo.

- Pense em organizar pausas durante o dia

A concentração não pode ser sustentada indefinitamente. Corte seu dia em “fatias” para evitar esgotar suas possibilidades de manter a atenção. Um tempo de 1h30 de “brain trust” com você mesmo é razoável. Procure algo que dê prazer durante essas pausas, ajuda também na recuperação: uma voltinha para tomar um cafezinho é bem-vinda.

5º – Descarte os pensamentos parasitas

Anote-os num papel para descarregar sua mente de todas as idéias que afloram. Isso é um bom truque para sempre deixar um espaço livre, que possa ser preenchido com novidades. Esses pensamentos que pipocam poderão ser estudados posteriormente e na hora que você escolher. Assim você evita as “fugas”, as divagações sem rumo. Enfim, descarte tudo que pode perturbar sua atenção.

6º – Contorne as dificuldades emocionais

Às vezes o emocional perturba a faculdade da concentração. O medo frente ao objetivo, ao tamanho do desafio podem ser obstáculo. O Dr. Dominque Servant, responsável pelo departamento do estresse e da ansiedade no Hopital Universitário de Lille (França) e autor do programa de auto-relaxamento Symbiofeel*, diz que se esforçar para negar suas emoções só as acentua. “Ao contrário, é necessário aceitá-las e senti-las plenamente para ser capaz de superá-las”.

Técnica de respiração para estresse prolongado

Eu cito aqui as recomendações do Dr. Dominque Servant, especialista do estresse, em casos de estresse prolongados:

– Expirar profundamente e lentamente pelo nariz, deixando primeiro o ventre inflar, e depois, o tórax.

Esvaziar o ar começando pelo tórax. Repetir 10 vezes.

– Respiração “quadrada”, associada à respiração e visualização mental.

Com os olhos fechados, inspirar e desenhar mentalmente o lado esquerdo de um quadrado, inspire enquanto percorre este lado, retenha a respiração de pulmões cheios enquanto mentalmente você percorre o lado superior do quadrado, expire enquanto você desce ao longo do lado direito, fique com os pulmões vazios enquanto você imagina o trajeto sobre o lado inferior.

Quinze segundos são suficientes para que o consumo de oxigênio e o ritmo cardíaco comecem a desacelerar e as ondas de tranqüilidade comecem a apaziguar seu sistema nervoso.

Agora eu pergunto: mais uma vez, onde esses especialistas do estresse foram buscar estes recursos? No yoga, é claro!!

Esses métodos existem há milênios:

- O primeiro exercício chama-se Mahat pranayama; a grande respiração completa, quando o professor de yoga certifica-se que o praticante tenha flexibilidade e elasticidade da caixa torácica e do diafragma, o que as posturas de yoga ajudarão a adquirir.

- O segundo chama-se Samavritti pranayama, método infalível para tranqüilizar a mente e o sistema nervoso autônomo.

O yoga já é um “guru” – um guia - para o relaxamento e um instrumento para melhorar o bem-estar físico e psíquico poupando a saúde. Enquanto por ai se fala de “self-help”, o yoga fala de “auto-realização”. Os métodos de yoga almejam muito mais. O yoga almeja a auto-realização.

Para desenvolver suas faculdades de concentração, você poderá usar esses métodos propostos acima, mas deve saber que praticando regularmente o yoga, mesmo que seja por 20 min, em casa mesmo, você terá muito mais possibilidades de dominar e guiar sua mente para realizar seus objetivos. O método de yoga engrandece o homem, propondo um método prático para SE realizar, que passa pela concentração de sua mente.

*http://www.symbiofi.com/fr/pro/produits/symbiofeel
*http://www.symbiofi.com/fr/pro/produits/symbiofeel/16-exercices-de-relaxation

Fonte: Revista Management www.management.fr - no.158




Redação Vya Estelar



ENQUETE

Você toparia ter um relacionamento de “amizade com benefícios”? Tratam-se de amigos que se tornam parceiros sexuais sem deixar isso interferir na amizade; o termo vem da expressão 'friends with benefits'.





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.