DESTAQUES

Sente-se infeliz e insatisfeito? Saiba como lidar com essa situação

Rosemeire Zago 01/01/2016 PSICOLOGIA

por Rosemeire Zago

"Sinto-me estranha, insatisfeita e infeliz. Em algumas situações me sinto estranha, tenho um sentimento de tédio, impaciência, e tristeza. Tudo me parece em vão. Não sei exatamente o que me faria feliz. As pessoas estão felizes do meu lado e eu de repente fico infeliz. Já superei alguns obstáculos como o complexo de inferioridade por me achar magra. Confesso que o meu marido me faz sentir-me estranha. Estou cansada da situação em que está meu casamento, mas não sei se conseguiria ficar longe dele. Parece que ele faz parte de mim. Às vezes sou extremamente feliz e em outros extremamente ao contrário."

Resposta: Você já se perguntou qual a causa de tanta insatisfação? É preciso buscar dentro de você as causas de sua tristeza. A insatisfação pode ser agravada pela falta de objetivos, dos sonhos a serem alcançados.

Ou ainda, na busca pela realização daquilo que esperam de você, e que pode estar muito longe do que realmente deseja. Será que não é hora de redefinir o que você quer?

Você escreve que está cansada de seu casamento. Você sabe os motivos? Ao mesmo tempo não sabe se consegue ficar longe dele. Já procurou conversar com seu marido para esclarecer o que tem sentido e como podem melhorar?

Escreva sobre quais situações se sente feliz e quais se sente infeliz. Pense sobre isso e o que depende de você para mudar algo. Enfim, faça uma avaliação da própria vida, em todas as áreas, profissional, afetiva, pessoal, familiar e identifique o que deseja que seja mudado.

Você já conseguiu realizar muitos de seus sonhos, será que você não está deixando de valorizar suas conquistas e agradecer por elas? Ou será que agora tem outros sonhos? Quais são eles? O que está impedindo de buscar realizá-los?

Deixe o papel de vítima, colocando a culpa em tudo e em todos, buscando respostas onde certamente não irá encontrar. Responsabilize-se por sua própria vida, por tudo o que fez e também por tudo aquilo que permitiu que outras pessoas fizessem e que agora você pode decidir fazer diferente.

Há momentos que devemos deixar fluir e pensar positivo. Faça suas escolhas, busque o que deseja. Sinta o prazer de celebrar as conquistas que alcançou, pois isso fará com que você aprenda a amar esse ser especial que você é, e conseqüentemente, sua segurança e auto-estima aumentarão. Fique atenta ao que está realizando, sem medo de mudar tudo, se for o caso.

Por que me distancio das pessoas?
Gostaria de entender por que me distancio tanto das pessoas. Não agüento ficar na presença de alguém por mais de meia hora. Tudo me incomoda e me irrita. Acabo mandando todo mundo se ferrar. Fico sozinha o dia todo

Resposta: Parece que as pessoas estão apenas funcionando como um espelho, onde tudo que você vê nos outros, na verdade pode ser apenas uma projeção daquilo que está dentro de você.

Comece a identificar o que a irrita e incomoda quando na presença de outras pessoas. Você sabe?

Será que são os outros que a incomodam ou o sentimento que eles despertam em você?

Se possível escreva tudo que sente ao estar com outras pessoas, e depois relacione esse sentimento com aquilo que está dentro de você.

Já pensou se a distância que procura manter das pessoas não está refletindo a distância que está de si mesma? Isto acontece quando a pessoa age sem respeitar seus sentimentos, ou seja, simplesmente vai agindo, impulsivamente, ignorando seus desejos, suas necessidades, suas carências, sem pensar sobre o que quer ou o que sente.

Procure se aproximar de seus reais sentimentos. Procure se conhecer mais, pois conforme você for se aproximando de si mesma, a companhia de outras pessoas passará a ser tão saudável quanto a que sente em relação a você.

Com certeza a luz que você tanto busca fora está bem dentro de você!

Atenção!

As respostas do profissional desta coluna não substituem uma consulta ou acompanhamento de um profissional de psicologia e não se caracterizam como sendo um atendimento.




Rosemeire Zago

Psicóloga com abordagem junguiana com especialização em psicossomática. Desenvolve uma abordagem voltada para o autoconhecimento e criança interior.



ENQUETE

O Jornal da Cultura veiculou matéria apontando que o brasileiro não está animado com a Copa do Mundo. E você, está empolgado?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.