DESTAQUES

Alimentos que aumentam a produção de gases intestinais

Tamara Mazaracki 07/01/2019 SAÚDE E BEM-ESTAR
Alimentos que aumentam a produção de gases intestinais
Fonte: Google Imagens
Lista desses alimentos é extensa, saiba os principais

Por Tamara Mazaracki

Alimentos FODMAP aumentam a produção de gases e podem piorar os sintomas do intestino irritável!    
                           
FODMAP é a sigla para Oligossacarídeos, Dissacarídeos, Monossacarídeos e Polióis Fermentáveis. Estes são tipos de açúcares encontrados em uma grande variedade de alimentos,  e podem ser de difícil absorção pelo intestino delgado para algumas pessoas. Mal digeridos, eles vão parar no intestino grosso onde são fermentados por bactérias, produzindo gases, muitos gases, e dor. Diversos estudos mostram que os FODMAPs contribuem para os sintomas associados à síndrome do intestino irritável.
.
A lista de alimentos com alto FODMAP é grande, sendo os principais leite (de vaca, cabra ou ovelha), sorvete, iogurte, queijo fresco e cremoso (ricota, cottage, cream cheese); soja e leite de soja; pães, massa, bolos e biscoitos contendo trigo e centeio; cebola, alho, beterraba, brócolis, repolho, couve, alho-poró, quiabo, couve-flor, alcachofra, aspargo; ervilha, grão de bico, feijão, lentilha; maçã, pera, pêssego, manga, melancia, nectarina, cereja, abacate, frutas secas; mel, frutose, xarope de milho, adoçantes manitol, sorbitol, xilitol.
.
É importante lembrar que cada pessoa tem a sua sensibilidade particular a algum tipo de carboidrato, seja ele oligo, di ou monossacarídeo. Além disso, a lista de alimentos com baixo FODMAP é bem generosa (no próximo post).

O procedimento consiste em retirar os alimentos ricos em FODMAP por 6 a 8 semanas, e é possível observar uma melhora dos sintomas já na primeira semana. Após a dieta de exclusão, faz-se a reintrodução dos alimentos de forma gradual, para avaliar a tolerância individual.

 




TAGS :

    gases intestinais, alimentos, FODMAP

Tamara Mazaracki

Médica especializada em Nutrologia. Membro da ABRAN – Associação Brasileira de Nutrologia. Pós-graduada em Terapia Ortomolecular, Nutrição Celular e Longevidade – FACIS-IBEHE Faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo e Centro de Ensino Superior de Homeopatia. Membro Titular da Sociedade Médica Brasileira de Intradermoterapia. Consultora com atuação em Nutrologia e Medicina Ortomolecular. CRM 52 301716 www.tamaramazaracki.med.br



ENQUETE

Como você vem cultivando suas relações?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.