DESTAQUES

Sou ciumento e covarde: como tratar?

Eduardo Ferreira Santos 07/01/2019 COMPORTAMENTO
Sou ciumento e covarde: como tratar?
Fonte: imagem Pixabay
Não é fácil crescer em um ambiente hostil

Por Eduardo Ferreira Santos

E-mail enviado por um leitor:

“Boa noite, doutor! Estou aqui agora refletindo o quanto eu sou ciumento. Hoje tenho certeza que sou esse covarde e ciumento, por minha infância sofrida, vendo minha mãe sendo espancada pelo meu pai. Morei com duas mulheres, minha ex-esposa e uma outra namorada. Sempre fui controlador, ciumento, possessivo, agressivo e covarde! Eu tenho medo de mim! Hoje estou namorando uma mulher casada, ela tem família, casa própria, estamos planejando morar juntos e a gente se ama. Terminamos três vezes, todas por minha culpa! Doutor preciso de ajuda. Eu amo essa mulher e tenho certeza que ela também me ama! Mas tenho medo de ofender, agredir ou fazer coisa pior com essa mulher maravilhosa.”

Resposta: Parece que sua vida tem sido bastante tumultuada, não?

Não é fácil crescer em um ambiente hostil, pois toda essa hostilidade acaba por se “encruar” em nossa personalidade.

Não acredito em uma solução fácil para o seu problema.

Acho que o caminho é procurar um psiquiatra psicoterapeuta que posso ajudá-lo, até mesmo com medicações.

Não é um caminho fácil, mas, também, não é impossível!
 

Atenção!
Este texto não substitui uma consulta ou acompanhamento de um médico psiquiatra e não se caracteriza como sendo um atendimento.

 

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. O psiquiatra e psicólogo Eduardo Ferreira Santos responderá dúvidas e perguntas sobre os relacionamentos de uma maneira geral, sobre autoestima e conflitos emocionais. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



TAGS :

    ciúme doentio, patológico, tratamento, psicologia, psiquiatria

Eduardo Ferreira Santos

Psiquiatra e psicoterapeuta. Obteve Titulo de Mestre em Psicologia Clínica pela PUC-SP e o de Doutor em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina na USP. Escreveu os seguintes livros sobre relacionamento amoroso: Casamento missão (quase) impossível; Ciúme: O medo da perda; Ciúme: O lado amargo do amor Mais informações: www.ferreira-santos.med.br



ENQUETE

É possível ser você mesmo no ambiente de trabalho?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.