DESTAQUES

Como curtir um amor muito intenso?

Eduardo Ferreira Santos 01/01/2016 PSICOLOGIA
Independente do desfecho, sempre se sai fortalecido...

por Eduardo Ferreira Santos

"Ah... o amor, " este fogo que arde sem se ver" (CAMÕES) realmente nos deixa cegos pela intensidade da luz que dele parte e atinge plenamente nossos corações e 'derrete' nosso cérebro.

Viver um amor com intensidade exige isso mesmo, que não se pense, mas viva-se com a intensidade e profundidade da nossa alma até a mais íntima parte de nós mesmos.

Não importa o futuro, o passado nem se lembra, viva o presente e se deixe consumir à exaustão pela felicidade do compartilhar.

Se tudo acabar em trevas, não desanime, pois logo haverá nova luz, novo fogo e, mais uma vez, conseguiremos seguir adiante, fortalecidos simplesmente por termos vivido um grande amor!

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. O psiquiatra e psicólogo Eduardo Ferreira Santos responderá dúvidas e perguntas sobre os relacionamentos de uma maneira geral, sobre autoestima e conflitos emocionais. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Eduardo Ferreira Santos

Psiquiatra e psicoterapeuta. Obteve Titulo de Mestre em Psicologia Clínica pela PUC-SP e o de Doutor em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina na USP. Escreveu os seguintes livros sobre relacionamento amoroso: Casamento missão (quase) impossível; Ciúme: O medo da perda; Ciúme: O lado amargo do amor Mais informações: www.ferreira-santos.med.br



ENQUETE

É possível ser você mesmo no ambiente de trabalho?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.