DESTAQUES

Já conhecia meu possível novo chefe, mas não combinávamos. E agora?

Roberto Santos 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Relacione-se com a pessoa que está conhecendo agora

por Roberto A. Santos

Resposta: As percepções que temos sobre relacionamentos do passado devem ficar lá… no passado. Além disso, são lembranças do que acha que o outro e você sentiam que podiam ser erradas, de uma maneira ou de outra. O que conta é o presente e o fato de ter sido chamado para uma entrevista, ter tido um 'bom papo' sobre o passado e agora será avaliado pelo que pode fazer no cargo ao qual se candidatou. Se for aprovado e for uma boa oportunidade, zere o marcador dos tempos de escola e tente trabalhar com a pessoa que o contratou e não com o colega que no passado fazia parte de outra turminha. Relacione-se com a pessoa que está conhecendo agora e valorize o fato de seu networking dos tempos de escola terem gerado essa oportunidade profissional que pode ser positiva pára seu futuro, OK?

Dá pra voltar atrás numa negociação de emprego?
Trabalho numa empresa que está em dificuldade financeira. Recebi proposta de um ex-gerente para ganhar o dobro e fechei o negócio. Ao voltar à empresa em que trabalho para pedir demissão, o gerente falou de um plano para sair da situação difícil me oferecendo salário igual ao da outra que fechei negócio. Agora a minha intenção é de ficar, como desfazer o negócio com o ex-gerente sem afetar a amizade e a vida profissional?

Resposta: Situações em que se decide mudar de emprego para ganhar mais, ou qualquer outro motivo, costumam consumir horas de preocupação ou noites de sono, mas quando se chega a uma conclusão, ela deve estar bem ancorada na análise de todos os aspectos envolvidos. Depois de se fechar um acordo com outro empregador para ganhar o dobro, a proposta de cobrir a oferta e promessas de recuperar o negócio, devem ter seu peso muito bem considerado. Será que não vieram tarde demais? Seu compromisso com aquele que lhe fez uma oferta concreta e presente deveria ser honrado.




Roberto Santos

Profissional de Recursos Humanos, com mais de 40 anos de atuação no mercado, Roberto teve diversas posições como profissional e executivo de RH em multinacionais de grande porte. É sócio-diretor da Ateliê RH, consultoria com mais de 14 anos de atuação no mercado, e distribuidor Hogan no Brasil. Mais informações: www.atelie-rh.com.br



ENQUETE

É possível ser você mesmo no ambiente de trabalho?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.