DESTAQUES

Como saber se a paixão acabou ou apenas esfriou?

Anette Lewin 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Relação afetiva não irá proporcionar todas as emoções que esperamos

por Anette Lewin

"Tenho 20 anos e nunca namorei mais que 4 meses uma mesma pessoa, exceto minha atual namorada que ja está comigo há 1 ano. Fato, o namoro anda esfriando. Acredito que deva ser normal a falta daquela empolgação inicial com o passar do tempo, mas muitas vezes me paro para pensar: como saber se a paixão acabou ou apenas esfriou? É muito bom todo o tempo que passo ao lado de minha namorada, mas a falta daquela empolgação me preocupa, principalmente por haver outras pessoas que me despertam essa empolgação. Me sinto muito perdido em relação a tudo isso."

Resposta: Toda empolgação se baseia no desconhecido; naquilo que não sabemos da pessoa com quem estamos; na reação que poderemos provocar numa pessoa com algum comportamento nosso ou na surpresa que a reação dessa pessoa pode provocar em nós. Com o passar do tempo a pessoa não nos surpreende tanto assim e já podemos, de alguma forma, prever seus comportamentos. Aí, aparece um outro tipo de sentimento que não é tão intenso, mas tambem é agradável e, sobretudo, confortável.

Portanto, o que você está sentindo é perfeitamente normal e esperado. Talvez você se pergunte o que deve fazer para sentir de novo aquela empolgação, não é? Bem, aquela do início, não dá para sentir, mas se você tentar surpreender sua namorada com novos comportamentos provocará novas reações. Fazer isso dá algum trabalho, mas em geral, vale a pena para que a relação não caia no marasmo. E para sentir aquela empolgação intensa que é tão mobilizadora, como fazer? Bem, se você pretende ter uma relação afetiva estável e monogâmica, vale buscar mobilização e riscos em outras áreas, como a profissional, novas amizades ou hobbies. Lembre-se que a relação afetiva é apenas um dos aspectos da vida e não podemos esperar que ela nos proporcione todas as emoções que desejamos viver.

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga Anette Lewin responderá sobre relacionamento amoroso, conflitos na vida a dois e conjugal. Esta resposta possui dois formatos: 1º formato: responder as perguntas enviadas pelos leitores. 2º) formato: de A a Z, explicar através de uma palavra em específico (verbete) o significado do que sentimos ao amar. Esta palavra será extraída de um e-mail enviado pelo leitor a esta coluna. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Anette Lewin

É psicóloga graduada pela PUC/SP. É psicoterapeuta de adultos e adolescentes em consultório particular desde 1975 até a presente data. É coach em saúde mental.



ENQUETE

Você acredita na lei de causa e efeito ou lei do carma?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.