DESTAQUES

Já faz dois anos que tive o bebê e não consegui voltar ao peso anterior. O que devo fazer?

Redação Vya Estelar 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Voltar ao peso após o parto exige dedicação, esforço e perseverança

por Simone Sarti

"Tenho 32 anos e depois que tive minha filha há dois anos, nunca mais consegui voltar ao meu peso anterior - 54 quilos. Hoje com 64 sinto-me gorda".

Resposta: Após tantas modificações decorrentes da gravidez, nosso corpo demora um tempo, normalmente meses, para voltar ao peso anterior e se não dermos uma “forcinha” a tarefa fica ainda mais difícil.

Após dois anos, já não há nada para se preocupar em relação aos cuidados pós-parto. Então é necessário avaliar o que foi feito nesse período e o que faltou fazer.

Aqui estão todas as coisas que deveriam ter sido feitas nesse sentido e nenhuma é menos ou mais importante que a outra. Esse conjunto de ações é que vai trazer o resultado esperado.

Sempre deve se começar por uma avaliação. Você tem que ter dados a seu respeito, saber como realmente está, para poder traçar um plano e conseguir acompanhar os progressos. Esses dados são esses três itens abaixo:

- Peso total e porcentagem de massa magra (músculo) e massa gorda (gordura);

- Medidas e analise postural (verificar coluna, joelhos, quadris e etc.);

- Avaliação cardiológica e avaliação nutricional.

Tudo isso justamente, porque como dito anteriormente, é um conjunto de ações que você vai ter que ter como hábito e será composto de exercícios aeróbios, exercícios localizados e alimentação adequada. Sempre estes três juntos.

Inicie com exercícios localizados com peso. Eles vão fortalecer a musculatura protegendo as articulações para um trabalho aeróbio de média e alta intensidade, além de aumentar a massa magra, acelerando o metabolismo e assim queimando mais calorias.

Após alguns treinos, comece os aeróbios. Escolha o que você se adapta melhor, monitorando sempre a frequência cardíaca para trabalhar dentro da zona de queima de gordura.

Essas duas atividades podem ser divididas na semana, intercaladas e no mínimo três vezes cada uma. Por exemplo, segunda, quarta e sexta localizados, terça, quinta e sábado, aeróbios.

Com relação à alimentação não diminua as quantidades por sua conta. A forma mais eficiente é a consulta com a nutricionista. Ela vai avaliar exatamente o que seu organismo necessita para perder peso e o que não pode faltar para você ter energia necessária para todo esse trabalho.

Algumas além de montar o seu cardápio também fazem a lista do supermercado para facilitar na hora de escolher o que comprar. Vale a pena investir nisso.

Esse processo todo só não dará resultado se houver algum problema metabólico ou hormonal. Isso provavelmente será constatado nas avaliações e então entrará também o acompanhamento médico.

Enfim, não há segredos, porém, exige dedicação, esforço e perseverança.




Redação Vya Estelar

Ângelo Medina é editor-chefe do portal Vya Estelar. É jornalista e ghost writer. Com 30 anos de experiência, iniciou sua carreira na cobertura das eleições à Prefeitura de São Paulo em 1988 (Jornal da Cultura). Trabalhou no Caderno 2 - O Estado de São Paulo, Revista Quatro Rodas (Abril). Colaborou em diversas publicações e foi assessor de imprensa no setor público e privado. Concebeu o site Vya Estelar em 1999. É formado em Comunicação Social pela UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora.



ENQUETE

Ninguém é muita areia para o caminhão de ninguém. Você concorda?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.