DESTAQUES

Tenho 19 anos, iniciei um namoro há um mês e descobri que ele tem outra, que está grávida

Anette Lewin 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Você tem todas as chances de encontrar um novo amor

por Anette Lewin


Resposta: Falar coisas bonitas é muito fácil, qualquer um faz. Agora, ter atitudes dignas é mais complicado... Você tem 19 anos, é jovem tem todas as chances de encontrar alguém que goste de você de verdade e vai ficar ouvindo as palavras bonitas de uma pessoa que engravidou outra mulher? Pense bem, se palavras bonitas são suficientes para você, é sinal que sua autoestima está muito baixa. Uma pessoa que se respeita quer mais do que isso.

Dei um tempo no namoro de cinco anos, nesse interim, apareceu um outro que roubou um beijo dela, mas nós voltamos
Eles são da mesma turma, ela vai fazer uma viagem de fim de semana com a turma, e ele vai, estou morrendo de ciúme

Resposta: Não vale a pena você se torturar desse jeito em função de um passeio de fim de semana. Não é assim que se resolvem as coisas. Nesses dias você tem que esfriar a cabeça, tentar relaxar se puder, e deixar resoluções definitivas para tomar junto com ela, quando ela voltar. Afinal, ela foi sincera com você, tentou abrir o jogo e você está reagindo de forma exagerada. Não é um fim de semana que vai destruir cinco anos de namoro. Pense nisso.

Dizem que não tenho namorado porque sou um engodo
Minhas amigas e minha mãe dizem que não consigo namorado porque sou um engodo. Tenho cara de menininha, mas sou independente e arrojada demais: ganho bem, moro sozinha, toco em uma banda de rock, levo meu próprio carro para a oficina, etc. Será que elas têm razão? Tenho 28 anos e há seis anos não namoro ninguém, apesar de querer muito

Resposta: Não acredito que você com todas essas características, seja frágil, a ponto de "querer e não poder"... Talvez, você se recuse a colocar alguém na sua vida, sem ter um motivo para isso. Você conquistou sua autosuficiência. É mais saudável assumir essa conquista por inteiro, ao invés de pensar em destruí-la transformando-a em seu carrasco afetivo. Acredito que na hora em que você encontrar lugar para um par em sua vida, você vai deixá-lo entrar. O mais provável é que, por enquanto, todos os espaços ainda se encontrem ocupados pela sua tarefa de se "construir" individualmente, que aliás, é básico para se ter uma boa relação a dois. Agora ou mais para frente.

Atenção!
As respostas desta coluna não substituem uma consulta ou acompanhamento de um profissional de psiquiatria e não se caracterizam como sendo um atendimento

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga Anette Lewin responderá sobre relacionamento amoroso, conflitos na vida a dois e conjugal. Esta resposta possui dois formatos: 1º formato: responder as perguntas enviadas pelos leitores. 2º) formato: de A a Z, explicar através de uma palavra em específico (verbete) o significado do que sentimos ao amar. Esta palavra será extraída de um e-mail enviado pelo leitor a esta coluna. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Anette Lewin

É psicóloga graduada pela PUC/SP. É psicoterapeuta de adultos e adolescentes em consultório particular desde 1975 até a presente data. É coach em saúde mental.



ENQUETE

É possível ser você mesmo no ambiente de trabalho?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.