DESTAQUES

Qual a diferença entre psicose e neurose?

Eduardo Ferreira Santos 01/01/2016 PSICOLOGIA
Pessoa com TOC é capaz de perceber pensamentos intrusivos

por Eduardo Ferreira Santos

Resposta: Embora seja relativamente fácil reconhecer na prática clínica a diferença entre um Transtorno Neurótico e Psicótico, não é claramente possível distinguí-los a nivel conceitual, pois ambos se caracterizam muito mais pela sintomatologia apresentada do que por definicões específicas.

No entanto, a raiz da diferenciação de ambos os diagnósticos está localizada no grau de reconhecimento do próprio paciente de sua enfermidade.

Por exemplo, o portador de sintomas neuróticos (em suas mais variadas formas) tem uma certa crítica de que "algo de errado" está acontecendo consigo, enquanto o psicótico não tem essa crítica e atribui seus sintomas (se é que os reconhece) como derivados de causas externas e mesmo sobrenaturais.

Talvez um exemplo deixe isso mais claro: uma pessoa com um Transtorno Obsessivo Compulsivo (considerado uma neurose) é capaz de perceber que seus pensamentos são intrusivos, imperiosos, acompanhados de "pensamentos mágicos (de que se não fizer tal coisa, poderá ocorrer uma catástrofe) e que, embora não tenham um sentido claro, obrigam-na a realizar determinados atos que absolutamente não se justificam.

Já um paciente com um Transtorno Paranoide se sente perseguido e acredita mesmo que haja algum nivel de conspiração contra ele, embora não consiga justificá-lo.

Em última análise, pode-se dizer, então, que a grande diferença entre essas duas "patologias" está na presença da CRÍTICA e do JUÍZO presentes na neurose e ausentes na psicose.

Há uma velha brincadeira que diz o seguinte: "o neurótico CONSTRÓI castelos e o psicótico MORA neles", além de que o terapeuta é quem cobra o aluguel!"

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. O psiquiatra e psicólogo Eduardo Ferreira Santos responderá dúvidas e perguntas sobre os relacionamentos de uma maneira geral, sobre autoestima e conflitos emocionais. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Eduardo Ferreira Santos

Psiquiatra e psicoterapeuta. Obteve Titulo de Mestre em Psicologia Clínica pela PUC-SP e o de Doutor em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina na USP. Escreveu os seguintes livros sobre relacionamento amoroso: Casamento missão (quase) impossível; Ciúme: O medo da perda; Ciúme: O lado amargo do amor Mais informações: www.ferreira-santos.med.br



ENQUETE

É possível ser você mesmo no ambiente de trabalho?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.