DESTAQUES

Sedução: Por que nenhum homem me enxerga?

Anette Lewin 01/01/2016 COMPORTAMENTO

por Anette Lewin

"Não consigo entender por que motivo eu não arrumo um companheiro, parece que estou coberta e ninguém me enxerga... O que fazer?"

Resposta: Talvez a dificuldade que você sente esteja relacionada às suas expectativas sobre a relação amorosa e a seu comportamento com relação a ela.

Quando a pessoa está muito focada em ser descoberta, acaba demonstrando uma postura, artificial, tensa, ansiosa que não é atraente.

Somos, em geral, seduzidos pela naturalidade, pela pessoa que está feliz com ela mesma, acompanhada ou não. Quando encontrar um companheiro se torna uma obsessão, os "candidatos" entendem, intuitivamente, que essa pessoa tem altas expectativas em relação a ele e ele pode não ser capaz de satisfazê-las. E aí... fogem.

Ninguem, nos dias de hoje, se sente capaz de proporcionar ao outro tudo o que ele precisa, seja no plano afetivo ou material. As pessoas gostam de se sentir parte da vida do outro, mas não tudo na vida do outro.

Modelo de relacionamento que funciona

Responder pelas próprias necessidades e ficar junto por opção faz parte do modelo de relacionamento que funciona atualmente.

Tente entender, levando em conta essas reflexões, o que você pode estar fazendo contra você mesma. Esperar ser descoberta de forma passiva, não é a solução. Ficar muito ansiosa, tambem não. Qual a postura correta então? Bem, aí entramos no campo da individualidade. Cada um tem seu jeito de seduzir, mas a sedução tem que estar dentro de um contexto. Não importa se você conhece alguem na rua, na balada, na internet o real interesse pela pessoa é mais sedutor do que qualquer coisa.

Se você, antes de estar focada só em sua necessidade de ter um companheiro, se interessar verdadeiramente pela pessoa que tenta atrair já é meio caminho andado. E para se interessar verdadeiramente deve conhecê-la; para conhecer deve perguntar sobre ela, e por aí vai... Quanto à forma de se apresentar, aí depende de sua personalidade. Existem pessoas mais extrovertidas, outras mais introvertidas, o importante é você respeitar suas caracteristicas e não tentar ser quem não é. Mesmo porque, a não ser que seja uma ótima atriz, não vai conseguir sustentar uma postura artificial por muito tempo, não é?

Finalmente, qualquer pessoa que quer ser descobeta precisa descobrir-se antes. Descobrir-se e aceitar-se. Porque com relação ao companheiro você pode até escolher, ser escolhida, trocar quantas vezes você quiser. Mas você mesma é a única companhia que terá por perto para sempre. Vale a pena investir!

 

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga Anette Lewin responderá sobre relacionamento amoroso, conflitos na vida a dois e conjugal. Esta resposta possui dois formatos: 1º formato: responder as perguntas enviadas pelos leitores. 2º) formato: de A a Z, explicar através de uma palavra em específico (verbete) o significado do que sentimos ao amar. Esta palavra será extraída de um e-mail enviado pelo leitor a esta coluna. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Anette Lewin

É psicóloga graduada pela PUC/SP. É psicoterapeuta de adultos e adolescentes em consultório particular desde 1975 até a presente data. É coach em saúde mental.



ENQUETE

Você acredita na lei de causa e efeito ou lei do carma?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.