DESTAQUES

Aprenda a aquietar sua mente

Emilce Shrividya Starling 15/06/2018 AUTOCONHECIMENTO
Aprenda a aquietar sua mente
Fonte: imagem Pixabay
Discipline sua mente para estar mais presente nas coisas cotidianas como coar seu café, o chá ou o próprio ato de bebê-los

Emilce Shrividya Starling

Afaste de sua mente os pensamentos negativos e desnecessários, inúteis e irritantes, pois além de tirarem sua paz, impedem seu crescimento espiritual. Através desses pensamentos, você alimenta a raiva, a irritação, a ansiedade, o estresse, a inquietude. Perde a tranquilidade e o equilíbrio.

Mantenha-se alerta com sua mente. Não permita que a mente permaneça nos velhos padrões mentais e condicionamentos limitantes. Não permita que ela conserve velhos hábitos e caminhos que alimentam a raiva, nosso maior inimigo aqui no planeta Terra.

Seja vigilante. Quando as ondas de irritação, impaciência, inquietação surgirem em sua mente, corte-as na raiz, não as alimente. Não permita que elas se enraízem.

Compreenda que são os inimigos internos da paz e da sabedoria.

Desenvolva o oposto. Cultive pensamentos de boa vontade, de aceitação, de compaixão, de bondade.   Alimente pensamentos úteis, proveitosos, de gratidão e desse modo, você vai desenvolvendo a paciência, sendo mais calmo e pode experimentar o que é a paz interior e o bem-estar.

Para purificar a mente de pensamentos fúteis e da ansiedade, é muito eficaz a repetição mental de um mantra como Om Namah Shivaya que significa: Eu honro Deus que habita em mim. Ou repita mentalmente frases como: “Eu sou o poder de Deus em ação”; “Deus está comigo, eu estou com Deus”.

Uma prática muito poderosa é cantar mantras, cantar o Nome do Senhor com devoção, abrindo nosso coração e limpando a inquietude e preocupações. É importante praticar boas ações e contemplar que vale a pena investir na conquista da mente positiva e amiga.

Aprenda a purificar, a ordenar os seus pensamentos. Dúvidas, medo, depressão, fraqueza, preguiça, impaciência, mágoa, raiva se originam dos pensamentos tóxicos e negativos. Cultive pensamentos positivos de força, confiança, coragem, alegria, paciência. E os pensamentos negativos vão desaparecendo. Liberte-se do contínuo sofrimento gerado pela mente inquieta, irritada, nervosa.

Este é um treinamento paciente; mas o cultivo de pensamentos positivos e elevados é o método mais rápido e fácil para destruir os pensamentos negativos que tiram a nossa paz. Para ter paciência, você precisa aprender a controlar seus pensamentos e ações. Observe mais sua mente. Escolha ser feliz, compreendendo os mecanismos da mente, e escolhendo pensamentos positivos e elevados.

Silencie os pensamentos que fervilham. Acalme as emoções que vão surgindo. Para isso, a prática do relaxamento profundo, da meditação, das posturas e exercícios respiratórios da hatha yoga são de grande ajuda. Através dessas práticas, você toma consciência da respiração e isso é o início do apaziguamento e da serenidade.

A respiração e a mente estão intimamente ligadas. Quando você observa a respiração, tem consciência dela, ela se acalma e sua mente vai se aquietando. Isso é a base da paciência e da calma.

Leia meus artigos anteriores )veja aqui), onde encontrará ensinamentos do Yoga que lhe ajudarão a desenvolver autoestima, coragem para superar os desafios, aceitação da vida, a ter compreensão das leis da mente, como aquietar seus pensamentos, como meditar para adquirir serenidade.

Você escolhe ser mais feliz ou não, mais paciente ou não. E isto depende dos pensamentos que você acolhe em sua mente. Desenvolva a concentração sem esforço. Aprenda a estar mais presente em suas ações.

Discipline a mente para estar mais presente nas coisas cotidianas como coar seu café, seu chá ou no ato de bebê-los. Pratique a concentração ao lavar louças, ao se alimentar, ao ouvir alguém, no trânsito, em alguma fila. Aproveite as oportunidades para praticar a paciência e experimente como a vida se torna mais simples, sem o peso da pressa e da impaciência.

Não lute com a sua mente. Em vez disso a observe. Compreenda que quando começa a perceber que se dispersou, é o primeiro sinal de que você está mais presente. É o início do autodomínio e da concentração. Sem julgamentos, apenas volte a mente para o que está fazendo e paulatinamente, você vai saboreando o momento presente e sendo muito mais feliz.

Namaste! Deus em mim saúda e agradece Deus em você! Fique em paz!




TAGS :

    como, silenciar, mente, meditação, yoga, mantra, mindfulness

Emilce Shrividya Starling

É formada em Yoga pela Federação de Yoga do Brasil e Centro de Estudos de Yoga Narayana/S.P, com aperfeiçoamento em Hatha Yoga e Meditação nos Estados Unidos. É professora de Hatha Yoga em Santos (SP), desde 1989. Atualmente ensina Filosofia do Yoga e Meditação.



ENQUETE

Qual o preço de se buscar a perfeição?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.