DESTAQUES

Cinco perguntas que você deve se fazer antes de iniciar um relacionamento amoroso

Eduardo Yabusaki 08/08/2018 PSICOLOGIA
Cinco perguntas que você deve se fazer antes de iniciar um relacionamento amoroso
Fonte: imagem Pixabay
Início de relacionamento é sempre um momento de ansiedade, apreensão e incertezas

Por Eduardo Yabusaki

O que cada um vive em sua vida afetiva e sexual é único e incomparável, pois adquire características de cada uma das partes. E o relacionamento toma corpo frente ao que ambos vivenciam e constroem juntos.

Mas será que é possível ter condições favoráveis para aumentar as chances do relacionamento evoluir positivamente? Esta é uma pergunta sem resposta, mas certamente sabemos que existem questões individuais e do par, que serão importantes e que podem ajudar nesse processo de envolvimento afetivo na construção de um bom relacionamento.

Sugiro as seguintes reflexões:

1. Estou bem e preparado para um relacionamento?

O estar bem aqui é consigo mesmo, pergunte-se: estou tranquilo e bem comigo mesmo? Estou satisfeito em meu dia a dia pessoal e profissional? Estar preparado é estar disponível emocionalmente: estou livre afetivamente, sem amarras passadas ou sentimentos remanescentes? Se não estiver bem e/ou preparado é preciso que procure o seu equilíbrio e bem-estar para que possa viver integralmente o que um novo relacionamento possa lhe oferecer.

2. Quero mesmo viver um relacionamento e estou disposto a encarar o que for preciso para que ele dê certo?

Não basta achar que querer um relacionamento é o suficiente ou estar disposto superará qualquer empecilho. É de suma importância ter claro que existirão divergências, e conflitos, mas acima de tudo, que não se pode desistir nos primeiros incidentes. Crie a concepção de que mesmo apaixonado ou amando, terão momentos difíceis, e que a sua superação dependerá de como irão enfrentar e construir a relação.

3. Características físicas e de personalidade são importantes ou não em minha busca por um par?

Em princípio não considero esta questão importante. Afinal, quando falamos de sentimentos e paixão, não fazemos um rol de critérios para que eles aconteçam, eles simplesmente acontecem. Por isso é preciso que se deixe levar pelo momento e pela sensibilidade e não por critérios ou padrões. Sugestão: solte-se e entregue-se ao momento.

4. Devo me expor de cara que estou buscando um relacionamento amoroso sério?

Este é um questionamento bastante comum entre homens e mulheres. Calma! Acima de tudo não se precipite. Afinal, todos buscam em algum momento viver um relacionamento amoroso em suas vidas. Portanto, mais do que deixar claro isso logo no início, viva tudo que estiver acontecendo de forma envolvente, deixando fluir naturalmente os sentimentos e emoções e, só então, avaliar se a relação se tornará algo sério.

5. Quais são as minhas expectativas sobre onde e sobre quem poderei conhecer?

Quando estamos em busca de um relacionamento amoroso, devemos voltar nossa atenção para todas as situações possíveis de conhecer pessoas interessantes e que possam nos atrair ou chamar nossa atenção. Existem pessoas que acreditam que irão encontrar a pessoa ideal em determinada situação ou que em determinadas situações isso não é ideal ou possível. Exemplo disso é quando faço o conceito de que na balada não existem pessoas que queiram um relacionamento sério. Esta é uma formulação generalista e preconceituosa que pode restringir as possibilidades e oportunidades de se conhecer alguém. Pessoas interessantes, legais e buscando relacionamento compromissado estão em toda a parte, basta buscar e encontrar, ninguém sai na rua com um cartaz: “Estou disponível”. Portanto, temos que conhecer as pessoas e nos relacionar em diferentes situações, em alguma delas tudo pode acontecer.

Cinco perguntas que você deve se fazer após começar a sair com alguém - clique aqui




TAGS :

    relacionamento, amoroso, dicas

Eduardo Yabusaki

Eduardo Yabusaki - Psicólogo e Sexólogo Especializado em Terapia Comportamental Cognitiva, Terapia de Casal e Terapia Sexual. Coordenador do Curso de Sexologia Clínica ministrado em diferentes cidades há mais de 15 anos. Docente convidado do Curso de Fromação em Sexologia Clínica de BH. Responsável pelo www.vidadecasalbh.com.br



ENQUETE

Qual candidato à Presidência terá mais condições de melhorar o índice da FIB (Felicidade Interna Bruta) e o do IDH (índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.